quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Aventuras no Metro VII

Ontem, quando me dirigia com a minha malinha para Sete Rios, fiz a minha entrada no metro em Saldanha, como é normal. Passei o passe na máquina e passei, com a mala atrás. Ora, as portas não devem ter sensores para malas porque fecharam-se quase a meio da minha mala, mas ainda consegui soltá-la de lá.

Quando me preparava para descer as escadas para o cais, eis que surge o vigilante da estação (sim, o mesmo do outro post mais abaixo), a querer ver o meu bilhete. Mostrei-lhe o passe, o senhor saiu com ele e voltou a entrar e dirigiu-se de novo a mim.

Vigilante - Ah... pois... desculpe... parecia que você tinha entrado sem bilhete, que as portas se tinham fechado quando você estava a passar...

parafina falsificada - Isso foi a minha mala, dah!

Cegueta pá!!! E perdi o metro por causa dele...

Mais tarde, ao sair no Jardim Zoológico (nota: íamos tipo sardinha em lata no metro), um estúpido dum parvalhão aparentemente da minha idade não saía da minha frente e eu queria sair ali. Mandei-lhe um berro mesmo perto dos ouvidos, espero ter rebentado com os tímpanos dele.

Ahh... o berro foi mais ou menos qualquer coisa: "F/%&/()$$%&# ! Sai-me da frente, seu palhaço!"

parafina falsificada

3 comentários:

Pips disse...

Ai que louca! :P

rummy disse...

<3 metro de lx

Rita disse...

LOOOOOOL! Se berraste como costumas berrar, então deve ter sido lindo!

Miss you * mal posso esperar pelo natal. será que posso ir para tua casa e estudamos juntas? XD