domingo, 14 de dezembro de 2008

Toma! Embrulha!

Se existem duas coisas que eu adoro nos baptizados, existe pelo menos uma coisa que me irrita imenso. É ver todos os velh... *cof* desculpem, idosos da minha família, no caso de hoje, tios da minha mãe, a fazer-me tipo uma espera à entrada da igreja e/ou restaurante. É mais as idosas, na realidade.

E o que é que fazem? Com aquele sorriso típico, chegam-se ao pé de mim e das minhas primas e perguntam por namorados (é claro que perguntam se está tudo bem primeiro, também, coitados até são boas pessoas, salvo seja).

Normalmente, e como era verdade até há bem pouco tempo, respondia que não tinha namorado e começavam a chatear-me, 'ah já tens idade..', ' mas deves ter lá um em Lisboa...', 'não digas que não, deves ter...', 'não tens namorado? mas gostas de alguém, certo?!', etc.

Hoje, ao perguntarem-me se já tinha namorado, respondi que sim. E ficou tudo a olhar para mim. Caladinhos. E eu pensei: "Epá, devia ter-lhes mentido durante estes anos todos...".

É claro que, momentos depois, começaram-me a perguntar como era o rapazito e etc., mas eu fui pegar na miúda que foi baptizada e desviei o assunto, completamente.

parafina falsificada

2 comentários:

Rita disse...

HA! Foi lindo!

Praganitas disse...

Deixa lá... eu já namoro há uns anitos e não é por isso que me chateiam menos!
Ao invés de me perguntarem se namoro, perguntam-me quando me caso e deixa lá que é igualmente chato...