sexta-feira, 9 de abril de 2010

opá, às vezes pergunto-me onde é que eu ando com a cabeça...

Hoje, após 5 horas no laboratório de Toxicologia, cheguei a casa e fui arrumar as coisas para vir para a terrinha. Então, decidi ir ao caixote do lixo, que está na varanda do meu andar, pôr umas coisitas. Ora, a persiana estava um bocadinho fechada, tipo mais ou menos a meio, e tive que me baixar para passar.

Eis que, quando voltava do caixote do lixo, não sei que é que se passou por esta cabeça pensadora, e não me baixei.

Resultado?!

Contacto imediato da minha testa com a persiana.

Até vi estrelas.

parafina falsificada

1 comentário:

Meio Cheio disse...

Ah isso tambem me acontece estranhamente muitas vezes...acho que é genetico (o meu pai tambem é assim)...só que eu esqueço-me da existencia de persianas...vidros...e até paredes -_-'

Beijo*