sábado, 18 de fevereiro de 2012

Não sei se ria, se chore...

Não sei o que pensar sobre o travão de mão do carro do meu pai. Ele, de facto, funciona quando deve funcionar. Mas não acho que seja muito normal eu ter andado uns 100 metros sem baixar o dito travão, e o carro não se ter queixado minimamente.

Mas shiuu, que ninguém reparou!

parafina falsificada

3 comentários:

a licenciada desempregada disse...

Eh, eh, eh. Muito bom!!!
:P

rm disse...

Também já me aconteceu lol

parafina falsificada disse...

a licenciada desempregada: :P

rm: Não foi bonito!